"A Páscoa constitui a festa cristã mais importante da Igreja", ressalta padre

A data também marca o fim da Quaresma e o início do Tempo Pascal

Procissão do Teresina Ressuscita com Cristo (Foto: divulgação/ Arquidiocese de Teresina)

Jonas Carvalho
jonascarvalho@tvclube.com.br

O Domingo de Páscoa, celebrado hoje (31), é a principal festa da fé católica, pois celebra a ressurreição de Jesus Cristo. A data também marca o fim da Quaresma e o início do Tempo Pascal, período de 50 dias, que finaliza no Domingo de Pentecostes.

O Padre Jardel Moreira, vigário da Paróquia Santíssima Trindade, no bairro Primavera, zona Norte de Teresina, disse que a Páscoa cristã é vista como a celebração da libertação do pecado e da morte.

“Jesus, por meio de sua ressurreição, oferece vida eterna àqueles que confiam Nele. Essa perspectiva teológica da Páscoa, destaca-se a continuidade entre o Antigo e o Novo Testamento, enfatizando a importância central da redenção divina na história da fé cristã. Constitui a festa cristã mais importante da Igreja”, assegurou o vigário.

Padre Jardel Moreira (Foto: reprodução/ Instagram/ Paróquia Santa Teresinha)

Semana Santa

A festa da Páscoa é precedida pela Semana Santa, que relembra a trajetória de Jesus desde a sua chegada à cidade de Jerusalém até a crucificação.

No primeiro dia, chamado de Domingo de Ramos, os fiéis católicos reproduzem a acolhida de Jesus, com ramos de palmeira e mantos estendidos pelo chão.

Na Segunda-Feira Santa, o clero arquidiocesano, fiéis e representantes dos diversos segmentos da Igreja se reúnem para a celebração da Missa do Crisma, também chamada de Missa dos Santos Óleos ou da Unidade. Em Teresina, a celebração acontece na Catedral Metropolitana Nossa Senhora das Dores, no Centro da cidade.

Tríduo Pascal

O Tríduo Pascal é o período compreendido entre a Quinta-feira Santa e a manhã do Domingo de Páscoa. No primeiro dia é celebrada a última ceia de Jesus Cristo com os apóstolos.

A Sexta-feira Santa é um dia para recolhimento e contemplação da paixão e morte de Jesus na cruz. Por meio da liturgia da Paixão, às 15h, os fiéis são convidados a meditar sobre o sacrifício.

O Sábado de Aleluia é marcado pela Vigília Pascal. O presidente da celebração acende o Círio Pascal, representando Jesus como a luz que dissipa as trevas do pecado e da morte, e os fiéis renovam suas promessas batismais.

Fiéis durante a Vigília Pascal (Foto: divulgação/ Arquidiocese de Teresina)

Ambiente preparado

O padre Jardel Moreira explicou que as igrejas se preparam para a celebração da Páscoa, com a ornamentação dos ambientes. As missas mantêm rito solene e prevalece o silêncio dentro dos templos.

“Dispõem dos elementos que ilustram o que é específico das celebrações, através de símbolos e o constante silêncio que nos ajudam a contemplar a riqueza deste tempo. Mostra a necessidade de conversa e vivência fraterna”, pontuou.

A Ressurreição

A festa da Páscoa é celebrada com o evento “Teresina Ressuscita com Cristo” na capital piauiense. Será a 9ª edição da festa, que tem como ponto de partida o adro da Igreja São Benedito, na Avenida Frei Serafim, no Centro da cidade.

A programação terá início às 16h. Os fiéis farão uma procissão luminosa até o Parque Potycabana, na Avenida Raul Lopes, para a celebração da Missa de Páscoa, presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Juarez Marques.

LEIA TAMBÉM:

Domingo de Ramos: fiéis expressam que Jesus é o único Senhor, explica padre


📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp ou Telegram
Confira as últimas notícias: clique aqui! 



∴ Compartilhar