Motorista de app adota "cãopiloto" como parceiro de corridas e viraliza em Teresina

Ariano explica que os passeios acontecem somente aos finais de semana, quando ele está na capital e trabalha como motorista.

Tutor Ariano e cachorro Bruce – Foto: Arquivo Pessoal

O motorista de aplicativo e servidor público, Ariano Silva, resolveu inovar a recepção dos seus passageiros e passou a realizar as corridas ao lado de seu “cãopiloto” de quatro patas, o buldogue Bruce II, em Teresina (PI).

Ao Portal ClubeNews, o tutor conta que tudo começou quando sua esposa foi para um aniversário em um restaurante que não aceitava pets e ele ficou responsável de cuidar de Bruce naquela tarde.

“Naquele dia eu ia trabalhar como motorista e tive a ideia de fazer algumas corridas com o Bruce. A primeira pessoa que o viu achou incrível ter um filhotinho de cachorro no carro, e assim foi com os demais passageiros. Então, falei com minha esposa e adotamos a ideia de eu rodar com ele”, disse o motorista.

Ariano explica que os passeios acontecem somente aos finais de semana, pois de segunda a sexta ele é servidor público em uma cidade do interior. Dessa forma, o tutor consegue matar a saudade do pet enquanto faz a renda extra como motorista.

“Durante o trabalho como motorista, eu faço uma pausa de 10 a 20 minutos a cada 3 horas, para o Bruce se exercitar, caminhar e correr. Além de fazer as necessidades e tomar água”, disse o servidor.

Tutor Ariano e cachorro Bruce – Foto: Arquivo Pessoal

Sucesso nas redes sociais

O sucesso do cachorro cresceu e ganhou até um perfil na rede social. O @bruce.segundo foi criado para compartilhar fotos e vídeos registrados por passageiros durante as corridas.

“O Bruce foi criado desde filhotinho, tendo a companhia de muitas pessoas e outros cachorros. Não tem o risco dele ‘estranhar’ alguém durante a viagem. No carro ele fica com uma guia, mas muitos passageiros gostam de levar no colo”, explicou o servidor público.

Transporte de animais em veículos

O veterinário Marcos Victor explicou que é possível transportar cachorro no carro sem caixa, contanto que outras medidas de segurança sejam adotadas para a segurança do pet.

“A melhor opção para transportar é usar um cinto de segurança para pets. O cinto deve ser preso ao carro e à coleira peitoral do animal, evitando que ele se mova livremente em caso de colisão ou frenagem brusca”, pontuo o veterinário.

📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp ou Telegram
Confira as últimas notícias: clique aqui! 



∴ Compartilhar