Estoque de leite materno caiu em 40% na Maternidade Evangelina Rosa

Alimento é essencial para o desenvolvimento de bebês, além de evitar doenças. Para doar, as mães podem entrar em contato com a maternidade no contato (86 99498-5124)

banco de leite materno (Foto: TVClube)

O estoque de leite materno na Maternidade Evangelina Rosa caiu 40%. O alimento é essencial para o desenvolvimento de bebês, e a ausência dele pode ser prejudicial à vida e a Maternidade pede doações.

A médica pediatra Anenísia Andrade, explica que é por meio da amamentação que a mãe transmite os anticorpos para o filho e o protege de várias doenças como diarreia, infecções e respiratórias. O risco de asma, diabete e obesidade também se torna menor em crianças amamentadas. Além disso, o desenvolvimento da face da criança se fortalece, ajudando na fala, dentição e até na respiração.

“É no leite materno que a mãe vai passar todas as proteções que ela já tem contra várias doenças. Nos primeiros seis meses de vida, o bebê está também se mantendo protegido, que é o tempo que a gente leva para o bebê completar o seu esquema vacinal”, diz.

Médica pediatra (Foto: TVClube)

A especialista fala também que as mulheres são beneficiadas, pois vai haver uma diminuição de sangramentos devido à produção de hormônios, e o corpo cria uma resistência contra anemias e oncologias na mama e ovário.

A deficiência desse nutriente pode ser evitada através de doações. A operadora de computadores Ceimy Maria é um exemplo. Ela é doadora e relata o sentimento de poder ajudar outras mães.

Ceimy Maria (Foto: TVClube)

Segundo Maria, o procedimento é totalmente indolor e o material necessário para fazer a ordenha do leite é custeado pelo poder público, com instruções dadas por um profissional.

“É tranquilo a ordenha, é dado instruções de como você tem que fazer a ordenhar, você não gasta com nada, não gasta com touca, com máscara, os frascos você também não tira do seu próprio bolso”, diz.

A coordenadora do banco de leite, Vanessa Paz, ressalta que o “leite humano para o bebê prematuro vai muito além de alimentar e nutrir”.

Ele garante o reforço imunológico do bebê, maior desenvolvimento de psicomotor e promove menos de intercorrência da prematuridade no futuro.

A coordenadora discorre que as doadoras recebem orientação e as doenças são realizadas por agendamento. Antes de ir para o banco, é feita uma triagem, onde o alimento é classificado e avaliado. Para doar, as mães podem entrar em contato com a maternidade no contato (86 99498-5124)

📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp ou Telegram
Confira as últimas notícias: clique aqui! 



∴ Compartilhar