Justiça solta mãe de bebê de 4 meses encontrada morta no Sul do Piauí

Não foi descartada a possibilidade da mãe ser a autora do crime

 

Mãe de bebê de 4 meses que morreu com fratura na cervical (Foto: Divulgada pela Polícia Militar)

A mãe da bebê de 4 meses encontrada morta com o pescoço quebrado no povoado Santa Úrsula, em São João da Canabrava, foi solta na quarta-feira(22). A decisão da justiça aconteceu durante uma audiência de custódia.

A Justiça entendeu que não havia elementos para manter ela presa enquanto a investigação for realizada, e a liberou da prisão em flagrante que fosse determinada o pagamento de uma fiança. Ainda assim, ela deve cumprir medidas cautelares: não poderá se ausentar da cidade, nem frequentar bares ou casas noturnas, e recolher-se em casa até as 18h.

Conforme o comandante Franco, da Polícia Militar de São João da Canabrava, a mãe é investigada por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar).

O caso ocorreu na manhã da terça-feira(21), quando a mãe da criança relatou à polícia que acordou por volta das 7h da manhã, e percebeu que a filha não estava respirando, e imediatamente foi buscar ajuda dos outros familiares, mas a criança já estava morta.

No entanto, a Perícia Criminal realizou os exames preliminares e verificou vestígios e lesões que sugeriam uma fratura cervical na região pescoço do bebê, indicando uma morte violenta e intencional.

Conforme o delegado de Polícia Civil, Jônatas Brasil, a mãe tem três filhos: o primeiro de 8 anos; o segundo de 1 ano e o bebê, de 4 meses. “Ela dormiu em uma cama de solteiro com o bebezinho; os outros dois dormiram numa cama de casal. As camas estavam encostadas uma na outra. Ela disse que bebeu muito; não sabe como a criança morreu”, disse o delegado.

A mãe do bebê foi presa no dia do crime, e solta após a audiência de custódia. Ainda não há elementos que confirmem que a mãe teria causado a morte da criança de forma intencional ou se realmente foi por acidente, sem ela perceber enquanto dormia. A Polícia Civil continua a investigações sobre o caso.

📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp ou Telegram
Confira as últimas notícias: clique aqui! 



∴ Compartilhar