Mais de 2 mil animais foram castrados pelo CastraMóvel

Projeto do Governo do Estado funciona de forma gratuita e foi implantando em junho do ano passado

 

Piauí Pet CastraMóvel – Foto: Governo do Piauí

O projeto itinerante Piauí Pet Castramóvel castrou e implantou microchip em 2.115 animais domésticos em situação de rua, desde o início das atividades em junho de 2023. O dado foi divulgado nesta quinta-feira (23), pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (SEMARH).

Em Teresina, onde o projeto foi lançado e iniciado, teve o maior número de castrações realizadas: 1.111 ao todo. Parnaíba vem logo em seguida, com 564 animais castrados. E Picos, conta com 440 castrações já realizadas, com implantação de microchip.

Para o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado, Daniel Oliveira, o projeto se alinha às pautas promovidas pela secretaria para abranger animais domésticos, de ruas e aqueles resgatados por ONGS.

“Essa ação pioneira no Estado busca, para além de dar atenção ao tema da castração para o controle populacional de cães e gatos, evitar a disseminação de doenças provenientes dos animais em situação de rua. Com certeza os resultados das ações já promovidas mostram que estamos no caminho certo”, complementou.

O Castramóvel faz parte das ações do Programa ECO Piauí, programa de fortalecimento da gestão da sustentabilidade ambiental no Estado e neste ano, aconteceram duas edições: a primeira em Teresina no mês de fevereiro, a segunda em Piripiri, em abril. O objetivo é que o projeto chegue a mais municípios ao longo do ano.

Em cada uma das edições, os animais foram cadastrados no local, passando por uma triagem para identificar quais estavam aptos para a castração. Em seguida, foram encaminhados para exames laboratoriais para, então, serem encaminhados às clínicas onde a castração seria executada, com implantação de microchip para monitoramento populacional. Ainda na etapa dos atendimentos, a Semarh emitiu o RG Pet gratuitamente aos animais cadastrados.

Jurema Chaves, diretora de Conservação da Biodiversidade (DCBio/Semarh), diretoria responsável pelo projeto, destaca o sucesso das edições. “O projeto está tendo continuidade e vai chegar a todos os municípios do Estado do Piauí, realizando todas as etapas do atendimento: cadastro, triagem, castração e implantação de microchip”, confirmou.

📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp ou Telegram
Confira as últimas notícias: clique aqui! 


Fonte: Semarh


∴ Compartilhar