Mais de 11 toneladas de cocaína foram apreendidas em 2024, no Piauí

Especialista em segurança explica que a localização do território piauiense e a ausência de uma fiscalização estadual facilitam a expansão do tráfico de drogas.

Cocaína era transportada em caminhão frigorífico (Foto: imagemilustrativa/PRF)

Mais de 11 toneladas de cocaína foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no primeiro semestre do ano de 2024, no Piauí.

A condição territorial do estado o tornou alvo do tráfico de entorpecentes nacional e internacional, por conta da variedade de rotas em sua expansão.

No município de Santo Antônio de Lisboa, a 335 km de Teresina, foi realizada a maior apreensão de cocaína em terras piauiense este ano, no total foram 800 kg, capturados em abordagem a um caminhão carregado de milho.

O doutor em sociologia, pesquisador e especialista em segurança, Marcondes Brito, explica que o Piauí faz divisa com cinco estados do Nordeste, e todos são produtores de drogas. o Piauí, por exemplo, produz cannabis. Com isso, as investidas criminosas requerem ações mais intensificadas por parte da segurança regional.

Marcondes Brito (Foto: TVClube)

Para ele, o grupo que faz esta fiscalização está centralizado em Teresina, e os postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF) são insuficientes para dar conta dessa demanda. O especialista exemplifica ainda que, no município de Picos, cerca de cinco mil caminhões trafegam diariamente na região.

“Somos o único desses estados que não tem uma Polícia Rodoviária Estadual. O grupo que temos está quase todo em Teresina, e mesmo nas rotas federais, a gente tem pouco. Se juntar no estado todo, não temos 10 postos da polícia rodoviária para o estado de dimensão como o nosso. Isso é um paraíso para o crime”, fala.

Adel Barbosa, inspetor da PRF no Piauí, diz que a cocaína é a entorpecente mais transportada e as medidas de fiscalização contra crimes dessa natureza são empreendidas com veemência, com o apoio de cães farejadores.

Inspetor Adel Barbosa (Foto: TVClube)

“A gente tenta fiscalizar com mais veemência ônibus, no bagagerio, com a utilização de cães farejadores. A PRF no Piauí possuí cães com faro aguçado para droga. Tudo isso usamos como arma no combate ao crime, e principalmente no tráfico de drogas, assim como roubo de veículos. Eles utilizam veículos roubados para transportar essa droga e, dentro da seara, a gente consegue tipifica em vários crimes, inclusive organização criminosa”, pondera.


📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp e Entre na nossa comunidade.
Confira as últimas notícias: clique aqui! 



∴ Compartilhar