Menor, suspeito de matar taxista com quatro tiros, é apreendido em Timon

Segundo a Polícia Civil, S.J.S.O, vai ficar em um local internação para menores até o término da investigação

O adolescente foi apreendido em Timon (Foto: Polícia Civil do Piauí)

O adolescente identificado pelas iniciais, S.J.S.O, suspeito de matar o policial penal aposentado e taxista, Francisco Célio, foi apreendido na tarde desta segunda-feira (10), no bairro Parque Alvorada, em Timon (MA). Ele estaria escondido na casa da avó.

De acordo com a investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP, o jovem seria o autor do latrocínio, ocorrido na quarta-feira (5), no bairro Torquato Neto, zona Sul de Teresina, após pegar uma corrida no táxi de Francisco Célio, na Praça Saraiva, Centro da capital.

A vítima foi morta com quatro tiros na cabeça e teve sua pistola.380 roubada pelo adolescente. A arma não foi encontrada.

Taxista morto zona Sul de Teresina – Foto: Reprodução

Conforme o coordenador do DHPP, delegado Francisco Costa, o Barêtta, o adolescente deve ser levado para um local de internação para menores, enquanto a Polícia Civil termina a investigação.

“O prazo pelo Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA,  é de 45 dias, aí o DHPP envia para a Justiça que deve decidir pela internação, pelo prazo máximo de três anos, que é o que o ECA determina”, explicou o coordenador.

Barêtta disse ainda que o adolescente preferiu continuar em silêncio e que ele já possui passagens por tráfico de drogas e roubo e que agora deve responder por ato infracional análogo a latrocínio – roubo seguido de morte da vítima.

 

LEIA MAIS: 

Suspeito de matar taxista é adolescente e queria arma da vítima, diz DHPP

Policial penal aposentado é morto a tiros dentro de táxi em Teresina

Amigo de taxista morto em veículo diz que vítima era um “cara muito tranquilo”

Filha única de taxista morto: “difícil saber que não vou mais escutar, ver e abraçar meu pai”


📲 Siga o Portal ClubeNews no Instagram e no Facebook.
Envie sua sugestão de pauta para nosso WhatsApp ou Telegram
Confira as últimas notícias: clique aqui! 



∴ Compartilhar